Fechar
Fechar

5 dicas para começar um projeto de consultoria com o pé direito

começar um projeto de consultoria
Teste o LUZ Prime por 7 Dias e Escale sua Consultoria com Modelos

Diante da sede de fechar novos negócios, muitos consultores topam fazer certos projetos sem entender direito do que se trata.

Para colher bons frutos e evitar dores de cabeça, alguns questionamentos devem ser feitos antes de começar um projeto novo.

Do contrário, você pode se arrepender ou até mesmo sair no prejuízo.

Eu sei que deixar a ansiedade de lado quando uma oportunidade aparece é difícil. 

Entretanto, se você souber avaliar com cuidado se vale a pena embarcar em um projeto de consultoria, tanto os resultados quanto a sua experiência serão melhores.

Confira as dicas a seguir!

1. Avalie se o projeto tem a ver com você

Antes de fechar negócio, é preciso refletir se realmente faz sentido pegar um determinado projeto. Isso porque pode ser que ele não faça parte das suas especialidades

Dependendo do caso, você assume um risco que compensa. Mas por que seria arriscado?

Uma coisa é trabalhar em uma área que você domina e sabe como funciona. Outra é começar um projeto muito distante do seu core business, em um nicho com o qual nunca teve contato.

No segundo caso, o risco de algo dar errado é maior.

Você pode se aventurar por novas áreas se quiser, desde que esteja consciente sobre os desafios que isso envolve.

Por exemplo, é bem provável que a execução de um projeto com o qual você não tem familiaridade tome muito mais tempo. Assim, você acaba tendo menos horas disponíveis para se dedicar a outros clientes.

Teste o LUZ Prime por 7 Dias e Escale sua Consultoria com Modelos

Coloque esses fatores na balança e pense se o potencial projeto está dentro do que você é capaz de entregar. 

2. Faça as contas

Graças às possibilidades criadas pela transformação digital, hoje os consultores conseguem trabalhar remotamente, de qualquer lugar do mundo.

Isso quer dizer que o investimento mais significativo para prestar seus serviços é o tempo.

Então, entenda se é possível conciliar o projeto em questão com outros em andamento. Caso ele demande dedicação integral, veja se você tem condições reais de atender.

É importante calcular o tempo necessário em horas e qual deve ser o valor pago para que o projeto compense financeiramente. Também é interessante levar em conta as oportunidades que podem vir acompanhadas dele. 

Quando se trata de projetos que exigem contato presencial, o tempo a ser gasto e os custos devem ser colocados na ponta do lápis.

Dependendo da situação, pode ser que tal projeto impeça você de aceitar outros durante determinado período, o que talvez não seja vantajoso.

Em resumo, nem todo projeto de consultoria compensa.

Por isso, é preciso fazer as contas com calma e se perguntar o quanto você está disposto a investir tempo, dinheiro e expertise no projeto. 

3. Entenda os objetivos do projeto

Antes de começar um projeto de consultoria, objetivos, metas e escopo devem estar bem delineados. Mas quem já tem um pouco de experiência sabe que o mais comum é lidar com desejos vagos.

Embora o cliente diga que sabe o que quer, na maioria das vezes ele não sabe ou não consegue traduzir suas expectativas.

Quando a pessoa sabe onde deseja chegar, o consultor só precisa definir as metas e o que é preciso entregar durante o período de execução para atingir o objetivo final. 

Teste o LUZ Prime por 7 Dias e Escale sua Consultoria com Modelos

Mas, se o cliente não sabe o que quer de verdade, seu papel é fazer uma série de perguntas em relação às entregas e o que ele espera.

Na hora de estruturar o projeto e tomar as decisões, as respostas servem de base.

A partir delas, você também define o escopo, que descreve em detalhes tudo o que será feito e o que não está incluso no projeto.

Só assim é possível realmente entender qual será o seu trabalho. E, ao mesmo tempo, deixar tudo bem claro para evitar que o cliente chegue com novas demandas.

4. Identifique quem é o cliente

Talvez você já tenha passado pela experiência de trabalhar com alguém que assumiu o posto de líder do projeto, mas que na verdade dependia da opinião de outras pessoas para tomar decisões.

E nem sempre quem contrata o consultor é quem lidera. 

Há ainda situações desconfortáveis, em que o próprio cliente boicota o projeto, seja porque não foi ele quem quis te contratar, por exemplo, ou por receio de perder poder dentro da empresa.

Digo tudo isso para mostrar que na maioria das vezes o consultor precisa se esforçar para descobrir quem é o responsável pelo projeto, quais opiniões importam e quem deve ser o principal ponto de contato.

Pode ser que o papel de decisor tenha sido dado a pessoa que é sua interface com a empresa. Mas também há casos em que cada passo depende da aprovação do dono.

Desvendar o quanto antes qual é o papel de cada um faz toda a diferença ao longo do projeto, além de ser um fator para levar em consideração antes mesmo de começar.

5. Reconheça os potenciais problemas

Quanto mais cedo você entender quais são os riscos em torno do projeto, melhor. Para isso, você deve ser claro e honesto com o cliente.

Pergunte a ele o que pode se tornar um empecilho para o andamento do projeto. Afinal, às vezes existem prioridades na empresa e calendários internos que devem ser seguidos.

E tudo isso afeta o trabalho do consultor.

Ainda, tente entender se existem questões políticas dentro da empresa que demandam cuidado ou possam impactar o projeto.

Outro ponto fundamental é saber se a empresa já teve a experiência de um projeto parecido. Caso tenha tido, o cliente pode compartilhar percepções, falar sobre o que deu certo e o que deu errado.

Dessa forma, você consegue identificar o que pode se tornar um problema, além de criar uma dinâmica de trabalho adequada à realidade do cliente.

Prepare-se para começar um projeto do jeito certo

Num primeiro momento, fazer todos esses questionamentos pode parecer trabalhoso. Mas tenha certeza que vale a pena!

Com o passar do tempo, adotar essa prática se torna natural sempre que uma nova oportunidade surgir.

Assim, você se sentirá mais confiante para começar um projeto de consultoria, aumentando as chances de colher excelentes resultados.

Depois de ficar interessado numa oportunidade, é preciso conquistar o cliente.

Junte-se à outros consultores experientes no Prime e compartilhe melhores práticas e estratégias para ser um consultor de sucesso.

Teste o LUZ Prime por 7 Dias e Escale sua Consultoria com Modelos

Conteúdos semelhantes

Deixe um comentário

×

 

Suporte LUZ

× .