Fechar
Fechar

Estruturação de empresas no início do ano: agarre as oportunidades

Estruturação de Empresas no início do ano: uma oportunidade para consultores
Teste o LUZ Prime por 7 Dias e Escale sua Consultoria com Modelos

Assim como muita gente, as empresas também aproveitam o início do ano para “colocar a casa em ordem”: analisar o que está funcionando e o que não está, rever processos, otimizar a rotina de trabalho e buscar novas soluções para os problemas.

Existem aquelas mais organizadas, que já começam o novo ano com o planejamento estratégico pronto. Mas muitas só conseguem dar atenção ao cenário interno após terminar o ciclo anterior.

Por isso, para os consultores, o início do ano é um momento muito oportuno para vender projetos de consultoria voltados à estruturação de empresas.

É sobre isso que vamos falar neste artigo!

Ajude a colocar as empresas em sintonia com a realidade do mercado

Toda organização precisa, uma hora ou outra, passar por um processo de estruturação ou de reestruturação.

Quando o negócio está no início, essa necessidade costuma ser mais clara. Afinal, as bases estão sendo criadas.

Mas, com o passar do tempo, é normal as empresas apenas seguirem o fluxo, continuar trabalhando do mesmo jeito, sem perceber que precisam parar e reorganizar a casa.

Se quiserem se manter relevantes no mercado, as organizações precisam passar por processos de reestruturação. O objetivo é buscar soluções para:

  • melhorar resultados;
  • reduzir custos;
  • fazer uma gestão mais estratégica;
  • e se manter competitiva.

É aí que aparecem as oportunidades para os consultores venderem projetos de estruturação de empresas no início do ano. 

Nessa época, muitas, inclusive, já têm um orçamento aprovado para isso. Portanto, é a hora de conversar com clientes atuais e em potencial para oferecer os seus serviços de consultoria.

Veja como contribuir para a estruturação de empresas no início do ano

Dependendo do cenário, a reestruturação pode virar a empresa de ponta-cabeça, assustando as lideranças num primeiro momento.

Mais do que argumentar o quanto esse processo é importante para a sobrevivência do negócio, você pode fazer uma aproximação gradual e fatiar os serviços, oferecendo projetos mais enxutos e voltados a necessidades específicas.

Teste o LUZ Prime por 7 Dias e Escale sua Consultoria com Modelos

É claro que isso depende também da especialidade de cada consultor.

Listamos a seguir as principais iniciativas relacionadas à estruturação de empresas. Mas cabe a você avaliar quais fazem parte das suas competências:

Análise das dificuldades internas

Antes de sugerir qualquer mudança, o consultor precisa realizar um diagnóstico por meio de uma análise profunda de todas as áreas da empresa.

A ideia é identificar os principais problemas, além de outros que possam surgir, na tentativa de entender quais aspectos precisam ser repensados e transformados.

Desde o início, deixe claro para o seu cliente que essas mudanças não são momentâneas. 

Sobretudo quando o negócio não vai bem ou está enfrentando uma crise, a estruturação pode ser vista como um processo radical. Ainda que seja, é fundamental para não colocar o futuro da empresa em risco.

As dificuldades também pode ser motivadas por fatores externos, como grandes mudanças no mercado provocadas por inovações ou pela entrada de novos players.

Tudo isso deve ser analisado com cuidado para você ter uma visão clara do cenário interno e externo do cliente.

Estruturação de novos processos

Quando se trata da estruturação de empresas no início do ano, não podemos deixar de lado a adoção de ferramentas para automatização de processos.

Por mais convencional que uma empresa seja, é importante ela se adaptar e contar com a tecnologia para otimizar suas operações. Do contrário, corre o risco de perder lugar no mercado para quem está em sintonia com a nova realidade.

Os consultores podem ajudar seus clientes identificando as áreas que poderiam ser favorecidas por ferramentas que automatizam tarefas repetitivas, feitas manualmente, como: controle financeiro, de estoque, de vendas, de logística, etc.

E, claro, oferecer o suporte para a empresa adotar planilhas, aplicativos, softwares e até sistemas integrados que facilitem a gestão como um todo.

Teste o LUZ Prime por 7 Dias e Escale sua Consultoria com Modelos

Revisão do portfólio e das unidades de negócio

Outra iniciativa fundamental ao fazer um balanço da empresa é a análise dos produtos e serviços, além das unidades de negócio.

Para isso, nada melhor do que contar com a ajuda de metodologias consolidadas.

Uma delas é a Matriz BCG, focada na análise de portfólio com base na participação de cada produto e/ou serviço e no crescimento do mercado em que estão inseridos. Ela permite avaliar o que gera mais receita para a empresa e também o que traz prejuízos.

Dessa forma, o consultor ajuda as empresas a tomar decisões mais assertivas.

Matriz GE-McKinsey é outra metodologia que permite analisar não só o portfólio como também as unidades de negócio das empresas. Por meio de uma abordagem sistemática, ajuda a direcionar os investimentos para os lugares certos.

As duas ajudam a traçar caminhos para expansão, introdução de novos produtos, definição de metas e objetivos estratégicos para o futuro.

Mudança de hábitos e da rotina de trabalho

Estruturação de empresas no início do ano: pessoas com materiais de trabalho e copos sobre a mesa

Embora existam negócios que já nascem com muito planejamento, essa não é a realidade de muitas empresas.

Seja por conta do ritmo de crescimento ou da falta de preparo dos gestores, a desorganização toma conta da organização.

Ao cultivar maus hábitos, não ter processos bem definidos e clareza sobre quem é responsável pelo quê, a empresa entra numa espiral de desperdício de energia, tempo e recursos.

Assim, não só os resultados como também a rotina de todas as equipes acaba sendo afetada.

Quando esse tipo de problema é identificado, a mudança de hábitos e medidas como a atribuição de responsabilidades precisam fazer parte do processo de estruturação das empresas no início de ano.

Gestão de pessoas

Se você trabalha com consultoria em gestão de pessoas, o começo do ano também é um bom momento para oferecer seus serviços.

Além da falta de clareza em relação às atribuições de cada um, as empresas podem precisar de uma reorganização completa das equipes de trabalho.

Outra possibilidade é ajudar o cliente a organizar a política de cargos e salários, deixando mais claro quanto cada profissional recebe conforme a posição que ocupa.

Algumas empresas podem precisar até de ajudas mais simples, como o cadastro e controle de funcionários. Tudo depende do momento em que estão e das dificuldades identificadas.

O consultor ainda pode avaliar a necessidade de treinamentos e de recursos tecnológicos para que os profissionais possam ter um melhor desempenho e qualidade no trabalho.

Essas são algumas das principais iniciativas que costumam fazer parte do processo de estruturação de empresas no início do ano. Mas não são as únicas.

Os consultores devem aproveitar esse período para incentivar os clientes a fazerem as mudanças necessárias e olharem para o futuro de forma cada vez mais estratégica!

O começo do ano também é um ótimo momento para você adotar ferramentas para otimizar o seu trabalho. Confira quais são as planilhas, apresentações e documentos disponíveis para os consultores Prime!

Teste o LUZ Prime por 7 Dias e Escale sua Consultoria com Modelos

Conteúdos semelhantes

Deixe um comentário

×

 

Suporte LUZ

× .