Planilha de Controle de Estoque em Excel 4.0

Planilha de Controle de Estoque em Excel 4.0

GOSTOU DESSE MODELO?

Teste gratuitamente

Esta ferramenta faz parte do LUZ Prime, uma plataforma criada para ajudar negócios a ganharem escala com modelos prontos, cursos e comunidade. Tenha acesso a:

  • Mais de 250 Planilhas
  • Mais de 150 Apresentações, Prompts de IA, Manuais e mais

Para utilizar esta ferramenta você precisa ter um plano ativo.

Você pode testar grátis por 7 dias clicando abaixo:

Já é cliente LUZ Prime? Baixe este modelo na Área de Membros 

Cadastre seus fornecedores e funcionários, registre até 1000 entradas e 1000 saídas de seu estoque por centro de distribuição e tenha controle total do seu inventário, faça análises específicas de produtos e veja dashboards prontos te mostrando a relevância dos principais produtos do seu estoque!

O que é o Controle de Estoque?

O controle de estoque é um conjunto de práticas que tem como objetivo gerenciar e otimizar a quantidade de produtos acabados ou não, que uma empresa possui armazenado para consumo futuro em um determinado período de tempo.

Em outras palavras, o objetivo da gestão do estoque é manter o mínimo possível de produtos guardados na empresa, mas que garanta a disponibilidade para as áreas de produção e venda, dentro dos prazos e condições que os fornecedores operam. Saiba mais em nosso post completo sobre Controle de Estoque.

Exemplos de Estoque por Segmento

  • Loja de Roupas: Itens de Vestuário
  • Restaurantes: Ingredientes
  • Pet Shop: Produtos de Higiene Animal
  • Farmácias: Remédios
  • Mercados: Produtos para exposição

Quais as Vantagens do Controle de Estoque?

Empresas que aplicam um método sistemático de controle de estoque tem como benefícios:

  • Diminuição no custo de armazenamento
  • Menor necessidade de capital de giro
  • Disponibilidade de produtos para venda
  • Melhor visualização do inventário
  • Menos roubos e perdas
  • Melhor negociação com fornecedores e clientes

Para Quem é Recomendado?

O controle de estoque é um método indispensável para indústria e varejo, tipicamente empresas de serviços não possuem estoques relevantes que justifiquem um método mais robusto. Em caso de empresas de serviço de instalações ou manutenções, sugerimos a planilha de controle de almoxarifado.

Os Principais Conceitos Associados

Dentro do Controle de Estoque existem alguns conceitos que são importantes de serem conhecidos para o melhor uso do método:

  1. Curva ABC: É uma curva forçada que tem como objetivo categorizar seus itens do estoque por prioridade.
  2. UEPS: Último que Entra é o Primeiro que Sai. Esse é um dos métodos de custeio de estoque.
  3. PEPS: Primeiro que Entra é o Primeiro que Sai. Segundo método de custeio de estoque.
  4. Custo Médio: O terceiro método de custeio de estoque. Leia mais em Controle de Estoque.
  5. Giro de Estoque: Esse é o tempo médio que um determinado item sai do estoque, ele é necessário para você saber quando fazer a recompra.
  6. Ponto de Recompra: Esse é o volume de estoque, levando em consideração o seu giro, no qual você deve comprar novamente com seus fornecedores.

Para saber mais sobre todos esses conceitos, visite nosso post: Controle de Estoque.

Vídeo tutorial de uso da Planilha de Controle de Estoque:

 

Vídeo Explicativo desse Modelo

Como fazer o controle de estoque: 11 dicas essenciais

1. Adote uma ferramenta de controle

Ter uma ferramenta adequada, como a Planilha de Controle de Estoque em Excel 4.0, faz toda a diferença.

A partir dela, fica mais fácil colocar em prática as demais dicas da lista.

Isso porque esse modelo de planilha permite registrar todas as informações que você precisa para controlar o estoque, fazer análises específicas e gerar relatórios automáticos.

Ou seja, a empresa otimiza os processos necessários e ainda consegue obter insights valiosos para a tomada de decisões.

2. Faça um inventário

Uma etapa obrigatória do controle de estoque é criar um inventário, listando todos os itens estocados, suas respectivas quantidades e demais informações.

Toda empresa precisa ter a presença física de produtos e matérias-primas devidamente registrados.

Por um motivo ou outro, itens podem ser extraviados ou uma venda não ser registrada. 

Quando isso acontece, surgem possíveis divergências.

Para garantir que as contas estejam precisas, é importante fazer o inventário com uma certa frequência, mesmo que todas as movimentações estejam sendo registradas.

3. Registre todas as movimentações de estoque

Todas as entradas e saídas de estoque devem ser registradas na planilha, sem exceção.

Portanto, sempre que matérias-primas ou produtos são repostos, vendidos ou usados, preencha as informações da aba “movimentação de estoque”.

Esse preenchimento deve ser feito assim que a movimentação for realizada.

Não acumule entradas e saídas para depois fazer o registro de uma única vez para evitar erros e possíveis esquecimentos.

4. Crie padrões e regras de organização

Se quiser tirar o máximo de proveito da Planilha de Controle de Estoque em Excel 4.0, estabeleça padrões claros para o registro das informações.

Cada matéria-prima e produto deve ser nomeado de forma específica.

Assim, você evita possíveis confusões entre o que está ou não no estoque da empresa. Ou que alguém precise ir fisicamente ao estoque para conferir as informações.

Também é importante que o espaço do estoque esteja sempre organizado, já que na planilha são registrados o local de armazenamento e centros de distribuição.

5. Treine os colaboradores

O sucesso do controle de estoque depende do comprometimento e responsabilidade dos envolvidos.

Ou seja, todos os colaboradores devem estar cientes da importância de seguir as regras, tendo clareza sobre o que devem e o que não devem fazer.

Mesmo que participem apenas de certas etapas, vale a pena compartilhar com a equipe todas as atividades que precisam ser cumpridas no controle de estoque.

Assim, cada um consegue entender o próprio papel e como o trabalho de um depende do trabalho de outro.

6. Otimize o estoque

Um estoque bem controlado é aquele em que não há falta ou excesso de produtos, ou seja, existe um equilíbrio na quantidade de produtos armazenados.

Para otimizá-lo, a empresa precisa conhecer as preferências dos consumidores, a rotatividade de produtos e o real potencial de venda.

O inventário também se mostra fundamental para analisar a situação, movimentação e sazonalidades.

Além disso, é preciso contar com outros indicadores, como taxa de retorno, tempo de reposição e giro de estoque.

Com todos esses dados em mãos, você consegue otimizar o estoque da sua empresa ou do seu cliente.

7. Defina limites para perdas e danos

Mesmo seguindo os processos corretamente, perdas e danos podem acontecer por diversos motivos.

Um deles são os furtos, que costumam ser um problema quando há pouco controle na entrada e saída de mercadorias ou no local de armazenagem.

Outro são as avarias, que podem se dar tanto no transporte quanto no armazenamento. Além de contar com bons fornecedores de transporte, reforce a atenção nas estruturas do estoque.

Um terceiro motivo associado a perdas é a própria gestão do estoque. Se os registros não forem feitos na entrada e saída, divergências podem levar a perdas.

Portanto, vale a pena estabelecer um limite de perdas e danos para que eventuais falhas não gerem tanto prejuízo.

8. Calcule os custos de armazenamento

Os custos de armazenamento incluem todos os gastos relacionados ao espaço utilizado para guardar matérias-primas e mercadorias.

Incluem, portanto: aluguel do espaço, energia, água, internet, manutenção de equipamentos de movimentação de carga, mão de obra, mobiliário, pallets, acessórios, entre outros.

Esses custos precisam estar dentro do previsto para não prejudicar a operação do negócio.

Afinal, impactam diretamente o preço de venda dos produtos e a saúde financeira da empresa.

Sempre que possível, a identificação de alternativas para reduzi-los é bem-vinda.

9. Dê atenção aos produtos parados

Um problema comum quando se trata de estoque são os itens sem giro, ou seja, os produtos que não têm saída e ficam parados por muito tempo.

E produto parado é sinônimo de prejuízo, pois ocupa espaço e gera custo para a empresa.

Diante disso, uma dica é criar estratégias para que eles saim do estoque.

Isso depende de um diálogo com as equipes de venda e marketing para pensar em como promover esses produtos e oferecer descontos atrativos para os consumidores.

Mesmo que o lucro não seja o esperado inicialmente, é melhor do que gerar prejuízo.

10. Tenha cuidado com o picking

O picking, como é chamado o processo de separação de pedidos, demanda uma atenção especial.

Trata-se de um processo em que as falhas são comuns, gerando mais despesas por conta de devoluções e até conflitos com clientes.

Para evitar o envio de produtos errados, com defeitos ou fora do prazo, o controle de estoque é fundamental.

Isso porque, ao acompanhar cada etapa de perto, o risco de problemas no picking diminui e os custos desnecessários também.

11. Seja rígido no controle

O controle de estoque é uma atividade que demanda rigidez, já que nada pode passar batido.

Todos os materiais e mercadorias devem ser constantemente monitorados.

Caso um problema seja identificado, você tem tempo hábil para resolvê-lo antes que se torne mais complexo e gere despesas.

Mesmo com muito cuidado, qualquer pessoa é passível de falha.

Mas, ao ter consciência disso, fica mais fácil entender por que inspirações periódicas são recomendadas.

A frequência delas depende das necessidades de cada negócio.

Aos poucos, conforme as falhas são identificadas, é possível aprimorar os processos e buscas as melhores formas de corrigir eventuais erros.

Vídeo Explicativo do Modelo

Seja Prime e tenha acesso a centenas de modelos prontos de planilhas e apresentações profissionais!

Tomara que essas dicas ajudem você a trazer mais eficiência para o controle de estoque da sua empresa ou dos seus clientes.

Com as práticas e ferramentas adequadas, é possível reduzir custos, assegurar a qualidade dos produtos e aumentar os lucros.

 

Que tal fazer isso com ajuda da Planilha de Controle de Estoque em Excel 4.0? Escolha um dos planos do LUZ Prime e inicie o período de teste grátis por 7 dias!

antes de sair...

Que tal assistir um vídeo explicativo desta ferramenta?

Planilha de Controle de Estoque em Excel 4.0

Ganhe produtividade na sua consultoria com modelos prontos
×

 

Suporte LUZ

× .